V, Wiki

Para que serve Valine? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

¿Para que serve la Valina?

A valina é um aminoácido essencial que junto com a leucina e a isoleucina formam o grupo dos aminoácidos ramificados (BCAAs). A valina é um dos vinte aminoácidos que utilizam as células para sintetizar proteínas.

A valina intervém na formação do tecido muscular, favorece o equilíbrio positivo de nitrogénio, intervém no metabolismo muscular e na reparação de tecidos. A valina também pode ser consumida para produzir energia pelos músculos durante a atividade física.

Do mesmo modo, a valina intervém na síntese de alguns opiáceos endógenos, protege o sistema nervoso, ajuda a manter a saúde mental, favorece o sono e também ajuda a manter equilibrados os níveis de açúcar no sangue.

A valina encontra-se em inúmeros alimentos, entre eles:

  • Origem animal: carnes, aves, pescada, laticinios, requeijão e ovos.
  • Origem vegetal: arroz integral, banana, amendoim, cereais integrais, legumes, levedura de cerveja, pêssego, sementes de sésamo, frutos silvestres, chocolates e algumas especiarias.

Benefícios da sua contribuição

O consumo de valina visa cobrir as necessidades desta. Importa referir que, trata-se de um aminoácido essencial, porém, os produtos que contêm valina protegem a massa muscular, diminuem a degradação do tecido muscular e aumentam a síntese de proteínas musculares, especialmente se forem subministrados junto com os outros aminoácidos ramificados. A valina também favorece a cura de traumatismos e ferimentos.

Algumas das situações, onde aconselha-se o uso de valina, podem ser afeções hepáticas e vesiculares como congestões hepáticas, cirrose, fígado gordo, icterícia, congestão biliar e litiase biliar. Em parte porque a sua metabolização não implica o tecido hepático e pode ser utilizado diretamente pelo músculo como substrato energético ou para a síntese de proteínas.

O seu uso também pode ser benéfico em alterações do sistema nervoso como ansiedade, angustia, depressão, insónia, inquietação ou stress.

O seu uso também pode estar recomendado em casos de atrofia muscular pós-traumática e diabetes.

Dosagem

A OMS sugere que a dose adequada de valina está em 10 mg por cada quilo de peso corporal.

Como suplemento alimentar, a valina normalmente é subministrada junto com os outros aminoácidos ramificados em proporções próximas a 2:1:1 (leucina:isoleucina:valina) e a quantidade de BCAAs costuma ser de uns 5-10 gramas por dose.

Precauções

O consumo de valina é em geral seguro. Os estudos sobre a toxicidade da suplementação com aminoácidos ramificados em modelos animais mostram que o seu uso é geralmente seguro, especialmente quando os três aminoácidos ramificados se consomem numa proporção similar a encontrada nas proteínas animais (2:1:1).

As pessoas com problemas renais talvez necessitem controlar o consumo de proteínas e aminoácidos, sempre sob a supervisão de um especialista.

Não se deve exceder as doses recomendadas, já que um excesso deste aminoácido pode ocasionar alterações cutâneas, hepáticas ou desordens do sistema nervoso.

Outra informação

Se queres saber mais acerca dos benefícios da valina em conjunto com os outros aminoácidos ramificados, convidamos-te a visitar a ficha dos BCAA's.

Sugerimos também