Sexo… antes ou depois?

sexta, 18 de novembro de 2016

Atualmente existem muitas controvérsias sobre os seus efeitos no mundo do desporto. Uma das dúvidas que tem surgido antes de uma grande competição, como as olimpíadas ou mundial, é se o sexo afeta ou não o rendimento desportivo dos atletas.

Alguns treinadores proíbem os seus desportistas de terem atividade sexual em vésperas de competição. Mas será que é mesmo necessário?

Será que o sexo pode diminuir o rendimento desportivo?

Esta ideia está fundamentada sobretudo no desgaste energético que implica uma atividade sexual. Com o orgasmo, o homem liberta um coquetel de bioquímicos cerebrais, como a serotonina, oxitocina, vasopresina, norepinefrina, óxido nítrico e a hormona prolactina. Existe uma estreita relação entre a prolactina e a oxitocina com o sono. A prolactina faz com que o homem sinta uma sensação de relaxamento e a oxitocina, por exemplo, reduz os níveis de stress, com o qual também ajuda a conciliar o sono. 

Isto pode ser contrabalançado com o argumento de que o organismo recupera entre 2 a 4 horas após o orgasmo, portanto, manter relações sexuais na noite prévia a um evento desportivo não afetaria ao rendimento físico, especialmente se houver uma noite de bom descanso.
Bem é verdade que uma sessão de exercícios demasiado intensa, justo antes da prática desportiva, poderia causar debilidade muscular, sendo assim, uma longa noite de atividade sexual pode afetar o rendimento devido à falta de um bom descanso. Portanto, qualquer atividade realizada durante a noite prévia que ponha em risco as horas de sono afetaria ao rendimento desportivo. 

O sexo pode aumentar o rendimento desportivo?

sexo
Por outro lado estão os que defendem a tese de que a relação sexual pode inclusive ser benéfica para o rendimento atlético. Pois o sexo relaxa, diminui a ansiedade e aumenta a sensação de conforto, contribuindo para que o atleta sinta-se mais seguro e relaxado perante uma competição importante. No entanto, importa referir que, as relações sexuais benéficas para o desempenho desportivo são aquelas que têm lugar em circunstâncias controladas e com uma parceira estável, já que o desgaste físico e emocional envolvido em relações sexuais com desconhecidos ou em situações de infidelidade é muito maior.

Até a data, já foram realizados diversos estudos que tentarão relacionar os efeitos das relações sexuais com o rendimento desportivo, no entanto, não foram encontradas evidências de que manter relações sexuais prévias a uma competição diminua ou aumente o rendimento desportivo. E tu…qual é a tua opinião? 

firma-yago-pt

Sugerimos também

Deixa um comentário