S, Wiki

Para que serve Saw Palmetto? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

Saw palmetto é o nome que recebe o extrato das bagas de Serenoa repens. Também pode ser chamada por vários nomes como por exemplo Serenoa serrulata.

A Saw palmetto cresce principalmente no sudeste da América do Norte, mais precisamente na região que vai do Texas até a Carolina do Sul. As suas bagas foram um ingrediente básico na alimentação e medicina tradicional da população nativa da região. As bagas de Saw palmetto eram tradicionalmente consumidas pelas suas propriedades diuréticas, para combater as dores de estômago, casos de disenteria e para aumentar a libido.

Os principais componentes da Saw palmetto são carboidratos (açúcar invertido, manitol, galactose, arabinose e ácido urónico), ácidos gordos, fitoesteróides (beta-sitosterol e estigmasterol), flavonóides, taninos, resinas, pigmentos e compostos voláteis.

Os frutos são ricos em triglicéridos e ácidos gordos livres. Esta fração lipossolúvel contém ácidos gordos como o mirístico, linoleico, palmítico, láurico e oleico; estes dois últimos são os que atuam como principais princípios ativos.

As bagas de Serenoa repens possuem propriedades, anti-inflamatória, antiexudativa, antiedematosa, antiestrogénica, antiaromatase e anabólica.

Os mecanismos de ação desta planta, baseam-se na inibição da ação da enzima 5-alfa-reductase, que transforma a testosterona em DHT (dihidrotestosterona), hormona que favorece o crescimento da próstata, o crescimento da barba e da queda do cabelo típica androgénica. Por sua vez, inibe os receptores androgénicos de DHT ajudando a combater a queda de cabelo de causa hormonal.

Além disso, a Saw palmetto parece inibir os receptores alfa adrenérgicos atuando como antagonista adrenérgico e relaxando a musculatura da uretra, isto favorece a micção nos casos de hiperplasia de próstata.

Aplicações

Nos últimos anos, a Saw palmetto converteu-se num dos extratos herbáceos mais vendidos e utilizados nos EE.UU e na Europa para combater a hiperplasia benigna da próstata, e a literatura científica apoia esta aplicação com um elevado grau de evidência.

A próstata é a glândula encarregada de produzir o líquido onde são transportados os espermatozoides e se encontra situada arredor da uretra, conduto pelo qual se elimina a urina. Com a idade produz-se um aumento no tamanho da próstata, mas de tipo não canceroso, que provoca opressão da uretra ocasionando desordens e dificuldade ao urinar.

A Serenoa repens, graças à sua atividade antiestrogénica, reduz o tamanho da próstata, melhora o fluxo de urina e reduz a dor ao urinar. Também diminui a quantidade de urina residual que sobra na bexiga e reduz a frequência de micção noturna.

Em comparação com outros medicamentos utilizados para esta afeção, a Serenoa repens apresenta diferentes vantagens, pois não está associada à disfunção erétil ou alteração da libido.

A Saw palmetto é também empregada em transtornos urinários, dor de cabeça e enxaqueca, para favorecer a relaxação e também como afrodisíaco.

Como consequência da sua atividade hormonal e anabólica, é incluído em inúmeros produtos que buscam otimizar a produção hormonal para conseguir ganhos de massa muscular.

Os suplementos de Saw palmetto são pouco consumidos por mulheres. No entanto, em ocasiões são empregados para estimular o crescimento do tecido mamário, mas não encontramos nenhuma referência científica que possa apoiar dito efeito.

Dosagem

Quando o objetivo é o desenvolvimento da massa muscular e a hipertrófia, a dose empregada oscila entre os 160 mg e 320 mg ao dia.

Para a prevenção da hiperplasia benigna da próstata (HBP), as doses giram entorno aos 160 mg ao dia.

As doses recomendadas para o tratamento da hiperplasia benigna da próstata (HBP), variam em função do tipo de preparado de Saw palmetto que se utiliza:

A forma mais utilizada é a forma de extrato sólido, em cujo caso as doses oscilam entre os 320-400 mg/dia de extrato padronizado a 85% de ácidos gordos e esteróis. Podendo ser repartida em duas tomas diárias.

As doses orientativas para outras formas de administração seriam:

  1. 1-2 gramas em forma de apresentação galénica.

  2. 10 gramas, duas vezes ao dia em forma de fruta fresca.

  3. 1-2 ml, duas vezes ao dia, em forma de extrato líquido (dependendo da concentração do extrato esta dose pode variar).

  4. A administração em forma de infusão não é efetiva, já que os componentes ativos são lipossolúveis e não se dissolvem em água.

Estima-se que são necessárias de 4 a 6 semanas para conseguir um efeito terapêutico.

Em algumas ocasiões, caso for consumida com o estômago vazio, pode ocasionar náuseas, e em tal caso consumir junto com alimentos.

Precauções

Elevadas ingestões de bagas de Serenoa repens podem causar diarreia. Estudos clínicos, no tratamento da hiperplasia benigna da próstata com doses elevadas, mostraram, embora em raras ocasiões, desconforto gastrointestinal ou infeção urinaria.

A Saw palmetto pode retardar o tempo de coagulação sanguínea. Por esta razão, recomenda-se cessar o seu consumo 2 semanas antes de uma cirurgia.

O seu alto teor de taninos pode interferir na absorção do ferro.

Os suplementos alimentares de Saw palmetto não devem ser utilizados se a hiperplasia da próstata for avançada ou severa, também não se deve consumir sem ter descartado antes a possibilidade de que se trate de cancro de próstata. Além disso, recomenda-se levar um controlo médico adequado da afeção.

Embora não foram estabelecidas restrições, por segurança, não se recomenda o seu consumo a mulheres grávidas ou em período de lactação. Também desaconselha-se o seu consumo em crianças, já que não existem investigações que apoiem o seu uso.

O consumo de Saw Palmetto pode reduzir os níveis de estrogénios, por isso, há que ter precaução em caso de tomar pílulas de estrogénios ou contracetivos que contenham estrogénios, pois pode reduzir a sua eficácia e produzir uma gravidez não desejada.

Também recomenda-se ter precaução em caso de tomar medicamentos que alterem o tempo de coagulação ou em caso de sofrer de problemas de coagulação. Do mesmo modo, desaconselha-se o seu uso combinado com doses elevadas de Ginko biloba e suplementos de alho.

Por último, recomenda-se consultar com o seu médico caso já toma medicamentos para inibir a conversão da testosterona em dihidrotestosterona.

Sugerimos também