O que é o treino funcional?

quarta, 26 de fevereiro de 2020
  • A OMS (Organização Mundial da Saúde) assegura que os transtornos músculo-esqueléticos são a causa frequente de discapacidade. De verdade, a dor de lumbar é a causa que mais vemos no mundo. Não são só os idosos que sofrem estas patologias, mas também afeta tanto jovens como crianças e podem afetar as articulações, ossos, músculos, coluna vertebral e inclusive, a várias regiões do corpo ao mesmo tempo. Embora possam ter diversas origens, a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho explica que a sua origem laboral é a mais frequente.

Sem dúvida, dedicar um tempo a preparar o corpo para enfrentar as atividades diárias, ajudará a reduzir o aparecimento deste tipo de desconforto, Mas a pergunta é: como podemos fazê-lo? O treino funcional é a chave! Atentos a este desporto da moda!🧗‍♀💪

Este conceito, um tanto ambíguo, foi posto de moda por muitos centros desportivos, que o apresentaram-no como outra disciplina útil para todos os tipos de pessoas, já que adapta à idade e ao nível físico de cada um. Focando apenas no significado de “funcional“, podemos saber que é um desporto que procura a utilidade prática do treino para o aplicar a um objectivo, neste caso, melhorar positivamente as nossas actividades diárias ou mesmo as de um desporto específico. 

Origem e aplicação

A sua primeira aplicação surgiu como parte de processos de reabilitação de lesões, em que o objetivo principal era recuperar a mobilidade perdida e acelerar a fase de recuperação para que o paciente pudesse voltar a fazer as suas tarefas e trabalho o antes possível. Atualmente, foi crescendo como disciplina e agora é tão popular que se tornou numa forma de treinar o corpo fora dos desportos tradicionais. Hoje em dia, os programas de treino funcional atuais, evoluíram a exercícios muito mais completos em que a tendência, além de terapêutica, é também fitness.

De forma geral, este tipo de treino trabalha o controlo do corpo, o aumento de resistência e a tonificação muscular mediante exercícios baseados em movimentos habituais que envolvem várias cadeias musculares e não só músculos isolados. Resumindo, esta disciplina vai ensinar-nos qual é a forma correta de realizar padrões de movimentos ou posturas corporais para que possam ser reproduzidas no nosso dia a dia sem que provoquem danos ou lesões nos nossos músculos e articulações.

Quais são os seus benefícios?💙✅

  1. Apto para qualquer pessoa: adapta-se a qualquer idade ou nível de atividade.
  2. Fortalece os músculos do core: estabiliza la coluna vertebral. 
  3. Melhora a postura do corpo: treina o equilíbrio, a proprioceção e a coordenação.
  4. Reduz as lesões: treina padrões corretos de movimentos da vida diária.
  5. Boa aderência ao programa: exercícios diferentes e dinâmicos.
  6. Melhora a mobilidade articular.

Que tipos de exercícios poderás encontrar?

Os exercícios são quase infinitos e podem ser realizados com o próprio peso do corpo ou incorporando materiais como cordas, elásticos ou elementos pesados de resistência que se ajustem sempre ao nível de cada pessoa. Caminhar, saltar, subir, descer, equilíbrios com apoio, levantar pesos… serão alguns dos exercícios que vais realizar em qualquer treino funcional e que simulam os nossos movimentos diários. Além disso, misturar movimentos explosivos com outros mais lentos será outro ponto muito interessante e eficaz!

Um exemplo de tipo de treino poderia ser um circuito que combine diferentes estações de uma duração determinada com reduzidas pausas entre umas e outras. Trabalha-se muito a nível cardiovascular e pode ser realizado em grupo, muito mais divertido. Recomendamos que cada sessão de treino seja guiada por um profissional de saúde especializado.

 

 

Alimentação complementar ao treino funcional🍒🍑

A alimentação deve basear-se numa dieta saudável e adaptar-se sempre ao teu objetivo de treino, seja ele perder peso, aumentar, tonificar ou simplesmente manter-se em forma. Os seguintes exemplos de refeições podem servir-te para ter uma ideia do tipo de alimentação que te fará sentir saudável e forte:

Pequeno-Almoço: uma peça de fruta inteira, a tua bebida de aveia preferida com café e um delicioso porridge de aveia sem açúcares.

Meia-manhã: um mão de amêndoas ou nozes.

Almoço: Legumes com arroz com caril amarelo e que tal uma posta de peixe branco com molho de pesto? De sobremesa podes variar entre um lácteo ou uma fruta inteira.

Lanche: Se já treinaste, recupera com algo de proteína, seja o teu suplemento desportivo preferido ou uma tosta de pão integral com atum natural.

Jantar: Umas brochetas de peru ou frango e uma guarnição de brócolos bem temperados com… um toque de pimentão

Ações de rotina como subir escadas com sacos de compras ou recolher objectos pesados do chão para serem colocados nas prateleiras da cozinha podem ser prejudiciais para a nossa saúde física se não forem executadas correctamente! A aprendizagem de um bom comportamento postural será essencial para prevenir possíveis lesões que possam surgir na nossa vida diária.

 

 

Sugerimos também

Deixa um comentário