Protege o teu cão das temidas processionárias

quinta, 21 de março de 2019

A chegada do bom tempo traz consigo dias estupendos para desfrutar dos primeiros raios de sol com o teu amigo patudo. No entanto, nem tudo são boas notícias. Anuncia também o aparecimento de pragas como as destas curiosas lagartas: as processionárias. Costumam aparecer em zonas de pinheiros e cedros, incluídos os pontos urbanos como parques, jardins, urbanizações e colégios que tenham estas árvores. Não criaríamos o alarme se não fossem realmente tóxicas para os animais e as crianças! 

ATENÇÃO!! Continua a ler se queres saber como atuar contra elas.

💡 Como reconhecê-las?

Aparecem com a chegada da Primavera, mas nos últimos anos estão a aparecer cada vez mais cedo, pois as alterações climáticas estão a fazer com que os dias quentes cheguem antes. Poderás reconhecê-las facilmente porque elas sempre se movem em grupo de forma alinhada, como se fosse uma procissão.

Cada lagarta pode chegar a ter mais de meio milhão de pelos urticantes carregados de um veneno muito potente, por isso se as vês, AFASTA-TE DELAS E EVITA TOCÁ-LAS! Embora pareçam inofensivas podem chegar a ser realmente perigosas para o teu cão.

Cada vez encontram-se em mais lugares e é mais fácil de vê-las, deixa que sigam o seu caminho e afasta o teu amigo patudo delas.

Não te esqueças que as crinaças também podem ser afetadas e sofrerem comichões ou irritaçoes graves. Afasta-as delas! 

“Cada lagarta tem mais de meio milhão de pelos urticantes carregados com um veneno muito potente.”

💡 O que pode passar ao teu animal de estimação?

Os nossos animais de estimação são muito curiosos, por isso, se se depararem com elas, não hesitarão em farejá-las ou mesmo chupá-las. As lagartas, ao sentirem-se ameaçadas, vão lançar os seus picos e libertar uma toxina, a histamina, causando inflamações muito fortes que podem necrotizar os tecidos afetados por este veneno. Em casos extremos, e se não se atua a tempo, o animal pode chegar a perder parte da sua língua ou mesmo morrer!

 ➡ Como podem saber se o vosso animal de estimação entrou em contacto com uma processionária?

É fácil de identificar: ele irá começar a salivar de forma muito exagerada e a sua língua ficará de cor vermelho intenso ou roxo. Também podem aparecer pequenas ampolas.

“Nos casos de intoxicação extrema o animal pode chegar a morrer”

                          oruga_pt.jpg

💡 Como deves atuar?

Se o teu cão ou filho entrou em contacto com esta lagarta, segue os seguintes conselhos:

Lava a zona com água imediatamente.

➡ Recorre ao veterinário ou ao hospital de urgência.

 

Sem dúvida o método mais eficaz contra elas é estar atentos e evitar aproximarmo-nos. Se passeias o teu cão por zonas com pinheiros ou cedros, lembra-te levar sempre uma trela e, se poder ser, um açaime para evitar possíves contactos.

 

Sugerimos também

Deixa um comentário