Porquê renunciar aos croquetes? Fá-los mais saudáveis.

sexta, 2 de março de 2018

Como é sabido por todos, este requintado manjar não se carateriza por uma forma de cozinha saudável, nem por ser baixo em gorduras, e muito menos por ter conteúdo baixo em calorias.

Por isso, hoje vamos ensinar-vos a forma de converter esta delicatessen numa versão mais saudável, mas nem por isso menos apetecível!

 

 Croquete é uma palavra que vem da francesa croquer, a onomatopeia de «estalar». De croquer passamos a croquette e de aqui a croquete. 

Está claro que é difícil superar a receita “da avó” ou da “mamã”, mas na seguinte reunião familiar, com certeza que os teus croquetes não deixarão indiferente a ninguém. Toma nota!

O segredo está no interior:

Esquece os fiambres, enchidos ou queijos muito curados… Vamos decidir-nos por verduras ou hortaliças, algum peixe ou cereais integrais. Imagina uns croquetes com brócolos, cenoura, salmão ou aveia…Parece delicioso, verdade?

Croquetas saludables

Além disso, o bechamel light que os acompanha, com bebida vegetal ou leite magro, junto com farinha integral de quinoa ou leguminosa, proporcionará uma textura e sabor agradáveis. Quanto ao azeite, podes usar o normal, o de linho ou o de sésamo.

O exterior também importa:

Farinha, ovo e pão ralado, é a forma mais tradicional de cozinhar os croquetes. Hoje daremos passo aos flocos de quinoa, aveia ou farinha integral com sementes e/ou frutos secos. Convertem-se nos teus melhores aliados para evitar as farinhas refinadas e dar lugar a um empanado rico em fibra, com melhores nutrientes e sem renuciar a uma textura crocante!croquetas saludables

Sem fritura?

Sim, sim…leste bem! Uma alternativa saudável, para evitar somar muitas gorduras e calorias desnecessárias à nossa receita saudável, é cozinhá-los no forno, ligeiramente com um pouco de azeite e dando a volta na metade da cozedura para obter um dourado homogéneo. Outra opção é cozinhá-los numa frigideira anti-aderente, com um pouco de azeite.

O resultado final é…

Um interior cheio de aroma e sabor, um empanado com mais fibra e uma forma de cozinhar muito mais saudável.

Sabias que…?

Os croquetes nasceram na corte de Luis XIV das mãos de Antonin Carême, um cozinheiro francês que decidiu surpreender no banquete para o princípe regente de Inglaterra e para o Arquiduque da Russia, este prato denominava-se croquettes á la royale, um requintado manjar próprio da nobreza.

São muitos os que se surpreendem ao saber que o croquete não nasceu em Portugal, pois, este parece um prato típico do nosso país pela frequência com que o vemos na nossa mesa. O certo é que ainda levaram tempo em chegar a Portugal depois do seu aparecimento em França.
 

Croquetes de cogumelos e trufa
Avaliar
IMPRIMIR
Ingredientes
  1. - 200gr de cogumelos variados
  2. - Uma trufa
  3. - 1 cebola
  4. - 2 colheres de azeite
  5. - 1 copo de bebida vegetal
  6. - Sal e pimenta
  7. - 1 ovo
  8. - Farinha integral e sementes de chia para o empanado.
Preparação
  1. Refogar numa frigideira a cebola com os cogumelos picados.
  2. Incorporar a aveia, a bebida vegetal pouco a pouco e por último adicionar sal, pimenta e a trufa ralada.
  3. Deixar esfriar esta massa.
  4. Pegar em 3 pratos e pôr num o ovo batido, no outro a farinha integral e no último as sementes de chia.
  5. Dar forma à massa e passar por cada um dos pratos.
  6. Introduzir no forno previamente aquecido a 200ºC durante 15 minutos.
  7. Desfrutá-los!
https://blog.nutritienda.com/
Não renuncies a este delicioso manjar, converte os croquetes em saudáveis, com este pequenos truques, e desfruta de todo o seu sabor! ideais como aperitivo num jantar com amigos ou como acompanhamento num almoço. Prová-los!

firma-pt (2)

Sugerimos também

Deixa um comentário