“O meu filho não come”: o que fazer?

segunda, 22 de agosto de 2016

A eterna luta dos pais com os filhos (enquanto pequenos) e as eternas conversas entre os pais (no parque, no pediatra, na porta do colégio…). “O meu filho não come, não come nada, nem se quer prova a fruta e as verduras”.
Quando um filho não tem fome, não come bem, não gosta de nada é motivo de angústia para os pais, e é não é para menos, já que se não comerem o suficiente podem acabar por adoecer. Por isso, hoje queremos dar-te alguns conselhos que podem ser de grande ajuda para que apagues do teu vocabulário a famosa frase “o meu filho não come”.

Mi niño no me come

O meu filho não come: dicas para que o teu filho coma bem.

  • Nunca desistas: a inclusão de novos alimentos leva o seu tempo, já que as crianças recusam-nos ao princípio. Mas não por isso deixarás de oferecer os alimentos que não querem. Continua a tentar! Muda a forma de apresentação, geralmente a comida entra primeiro pelos olhos!
  • Controla a quantidade: oferece ao teu filho a quantidade consoante o seu estômago, pequenas quantidades oferecem grandes benefícios! Tem em conta que não comem como um adulto.
  • NUNCA o forces a comer: obrigar ao teu filho a comer só o fará a detestar a comida. Lembra-te do ponto 1 e 2!
  • Seja um bom exemplo: se o teu filho vê-te comer de tudo, provavelmente faça o mesmo e fará também o mesmo com os alimentos que tu recusares. Por isso, antes de dar ao teu filho um alimento novo, faça com que ele veja que mamã e papá também o comem!
  • Um alimento novo de cada vez: quando ofereças ao teu filho um alimento novo, tenta que esse seja o único, já que se vê mais de um alimento que nunca provou, provavelmente recuse todos. Além disso, escolhe o momento oportuno, se lhe vais oferecer um alimento novo, que seja ao princípio da refeição.
  • Apresenta os pratos de forma divertida: Uma comida que antes recusava, se a apresentares de uma forma que lhe chama a atenção, talvez acabe por comer.

Mi niño no me come

  • Se ainda é pequeno e mama, continua a dá-lo de mamar. Lembra-te que até o ano de vida, o leite constitui o alimento principal.
  • Se recusa o puré: experimenta oferecer-lhe a comida em pedacinhos, alguns bebés gostam de imitar ao resto da família. Aqui tens um artigo onde contamos como o podes fazer.
  • Recompensas: evita este tipo de “prémios” ou “castigos” com a comida, não é bom que a criança relacione a alimentação como uma recompensa por ter provado um alimento ou um castigo por não comer. Isso, o único que fará é que deteste a comida e superestime o prémio, tal como referimos no ponto 3!
  • Cria um ambiente relaxado: FUNDAMENTAL para que a criança coma bem e tenha bom hábito. Tenta evitar neste momento distrações como a televisão, assim se centrará no que estão a comer.

E o mais importante, não te desesperes! São etapas e como tudo na vida, passa. Tenta criar-lhes bons hábitos de alimentação desde pequenos, assim não te arrependerás quando forem crescidos e sobretudo, tira do teu vocabulário a frase “o meu filho não come”.

Firma portugués

Sugerimos também

Deixa um comentário