L, Wiki

Para que serve L-selenometionina? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

A L-selenometionina, é amplamente conhecida por SeMet, mas também é conhecida por 2-amino-4 metilselanil ácido butanóico ou por seleno-L-metionina.

É a forma levógira da selenometionina, ou seja, é o isómero ótico cujo carbono assimétrico está desviado para a esquerda, sendo a única forma ativa de selenometionina, já que a forma D é inativa.

A L-selenometionina é um componente orgânico com estrutura de aminoácido metionina, ,mas tem substituído um átomo de sulfureto por um de selénio que atua como fonte de selénio.

O SeMet empregado para os animais é como a metionina normal. A levedura não pode distinguir entre selenometionina e metionina, já que o RNA de transferência (tRNA) não é específico para selecionar metionina na formação de proteínas.

O SeMet absorve e processa seguindo a mesma via que a metionina. Esta SeMet é armazenada como metionina nas proteínas e posteriormente nos tecidos e nos órgãos.

Se desejas saber mais acerca dos benefícios e funções da metionina, recomendamos visitar a sua página.

A L-selenometionina está localizada nos órgãos envolvidos na síntese proteica, como os rins, o fígado, também no sangue, o pâncreas, o coração e o baço.

Apresenta também diferentes vias de excreção, principalmente através da urina, mas também pelas fezes e pelo ar exalado, especialmente em dietas ricas neste elemento.

A via da metionina é a principal de produção de selénio tanto para plantas como para bactérias. Ao dispor de um entorno enriquecido com selénio, é fácil que os sulfuretos nas metioninas se substituam por selénio. Nesta mesma via pode-se obter além de selenometionina, selenocisteína, metilselenocisteína e Se-adenosilselenohomocisteína.

A absorção de selénio de origem orgânico é muito melhor que o inorgânico, sendo por tanto melhor absorvida a L-selenometionina que a metionina inorgânica, embora o grau de absorção de metionina dependa de diferentes fatores.

O selénio é utilizado para criar "glutatião peroxidase," enzima conhecida pelo seu grande poder antioxidante e por contribuir para a função imune normal, protege contra o dano celular e combater uma ampla variedade de doenças, mas também estimula a produção de glóbulos brancos, contribui para o funcionamento normal da tiróides e favorece um metabolismo saudável.

Se desejas saber mais acerca dos benefícios do consumo de selénio, visita a sua página.

O SeMet parece ser um agente antigenotóxico, isto é, após um estudo onde se avalia a indução, reparação e persistência do dano no ADN induzido pela bleomicina (BLM) (antibiótico que detém ou atrasa o crescimento das células cancerígenas) sobre leucocitos humanos, os resultados descrevem o possível papel antigenotóxico do SeMet contra o dano no ADN induzido pela BLM, e também sobre a reparação e a persistência deste dano, quando se aplica antes ou junto com a BLM.

Dosagem

As doses dos suplementos recomendam não superar os 200 microgramas/dia.

A ingestão total procedente de todas as fontes possíveis (alimentos e suplementos), não deve superar os 450 micrograma/dia.

Foi constatado que o efeito antioxidante deste produto, parece aumentar junto com a ingestão de vitamina E.

Precauções

A L-selenometionina tende à armazenar-se em diversas partes do corpo e a libertar-se de forma lenta, permanecendo no corpo durante períodos prolongados, e por esta razão devemos controlar a quantidade que ingerimos.

O consumo prolongado e em doses elevadas, pode chegar a produzir intoxicação ou selenose, provocando queda de cabelo, alterar a coloração das unhas e lesões cutâneas. Estes casos são conhecidos como o 'veneno essencial'.

Sugerimos também