I, Wiki

Para que serve isoleucina? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

¿Para que serve la Isoleucina?

A isoleucina é um dos vinte aminoácidos que utilizam as células para sintetizar proteínas. É considerado um aminoácido essencial que juntamente com a leucina e a valina formam  grupo dos aminoácidos ramificados (BCAAs). A sua composição química é quase idêntica à da leucina mas com propriedades diferentes, já que a sua cadeia lateral é apolar.

Participa também no equilíbrio positivo do nitrogénio, ajudando assim a formar tecido muscular, além de favorecer a recuperação depois do exercício e ser necessária para a formação de hemoglobina.

Eis alguns alimentos que o contêm:

  • Origem animal: carne de cordeiro, novilho, frango, peru, peixe, laticíneos e ovos.
  • Origem vegetal: algas marinhas, arroz integral, cereais integrais, legumes, levedura de cerveja, sementes, frutos secos e soja.

Benefícios da sua contribuição

A isoleucina é um aminoácido essencial e o seu consumo ajuda a cobrir as necessidades e a evitar carências da mesma.

Como complemento da dieta a isoleucina reduz a degradação do tecido muscular aumentando a síntese de proteínas musculares (a maioria dos estudos realizados sobre o seu efeito no rendimento físico e não só, foram realizados em combinação com os outros aminoácidos ramificados, por isso recomendamos visitar a ficha dos BCAA's para mais informações).

A isoleucina favorece a entrada de nutrientes no interior das células (ação similar a da insulina), tem poder cetogénico e também pode substituir à glicose durante períodos prolongados de jejum.

Enumeramos alguns dos casos em que o seu uso é recomendado:

  • Atrofia muscular: previne a atrofia muscular causada por períodos de imobilizações.
  • Diabetes: ajuda a manter equilibrados os níveis de açúcar no sangue.
  • Infeções víricas e bacterianas.
  • Lesões hepáticas.
  • Traumatismos e feridas.
  • Transtornos mentais: ansiedade, angústia, depressão, transtornos dos nervos e da personalidade, já que colabora na síntese de alguns opiáceos endógenos.
  • Trombose: está envolvida na coagulação de sangue.

Dosagem

O FAO recomenda às pessoas sedentárias consumir como mínimo de 600 a 700 mg ao dia de isoleucina. As pessoas que praticam desporto ou musculação podem ver melhorado o seu rendimento se aumentam estas quantidades.

Precauções

Os estudos sobre a toxicidade da suplementação com aminoácidos ramificados, mostram que o seu consumo é geralmente seguro, especialmente quando os três aminoácidos ramificados são consumidos em uma proporção similar à das proteínas animais (2:1:1 – 3:1:1).

As pessoas com problemas renais podem necessitar controlar o consumo de isoleucina e de proteína em geral, sempre sob o controlo de um especialista de saúde.

Outra informação

Se queres saber mais sobre os benefícios da suplementação com isoleucina, convidamos-te a visitar a página dos BCAA´s onde são analisados os efeitos e benefícios do seu consumo junto com outros aminoácidos ramificados.

Sugerimos também