F, Wiki

Para que serve o fosfato? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

Existem diferentes tipos de fosfatos mas todos têm em comum um átomo de fósforo rodeado por quatro átomos de oxigénio em forma tetraédrico.

Por exemplo os fosfatos presentes nos seres vivos aparecem sempre na forma de ortofosfato, um ião de fosfato solúvel com a fórmula PO4 -3. Comummente se denomina como fosfato inorgânico porque também pode ser obtido a partir de reações inorgânicas (Pi), tanto o ácido fosfórico como os seus sais são substâncias inorgânicas.

O fósforo é uma substância fundamental para a vida, a formação de pirofosfato (P2O74- o PPi) a partir do ião ortofosfato ou da sua hidrólise, é a base das reações energéticas do corpo humano. O PPi se obtém por exemplo da hidrólise do ATP a AMP (ATP → AMP + PPi).

Outras funções importantes dos fosfatos são a formação dos nucleótidos, componentes do ADN e outros ácidos nucleicos, composição de alguns lípidos de membrana como os fosfoglicéridos. Do mesmo modo, os fosfatos intervêm na estrutura celular, no transporte e armazenamento de energia, assim como no funcionamento das vitaminas e em outros muitos processos essenciais para a saúde.

Os fosfatos estão presentes de forma natural nos alimentos. Os alimentos com maior teor de fosfato são os lácteos, as carnes, os cereais integrais, os frutos secos e as bebidas de cola. Os fosfatos presentes nos laticínios e na carne, parecem ser mais fáceis de absorver do que os presentes nos cereais.

Além disso, os fosfatos têm diferentes aplicações na indústria alimentar, já que podem ser utilizados como acidificante (ácido fosfórico), estabilizante (sais de sódio e de potássio) ou para manter a hidratação e a suculência dos produtos cárneos. Os fosfatos de magnésio podem ser utilizados como antiaglomerante.

Outros tipos de fosfatos são os fosfatos orgânicos (ésteres do ácido fosfórico) e os trifosfatos, embora estes não sejam utilizados nos alimentos, pois contêm propriedades não saudáveis.

Aplicações

Os sais de fosfato se utilizam como fonte de fósforo. Costumam ser utilizadas em caso de níveis baixos de fosfato no sangue e também de níveis muito elevados de cálcio no sangue e inclusive para prevenir a formação de cálculos renais. Porém, também são aplicados para o tratamento de outras patologias como as patologias ósseas, como a osteomalacia em adultos ou o raquitismo em crianças e outros problemas como a sensibilidade dentária.

Os sais de fosfato se utilizam também para melhorar o rendimento físico dos desportistas, inclusive como antiácido em pessoas com refluxo gastroesofágico (ERGE), embora seja ainda necessário mais investigações para ambas as aplicações e para poder afirmar como efetivo o efeito dos fosfatos.

Precauções

Não foram reportados efeitos secundários realizando um consumo moderado. A ingestão de fosfato expressada como fósforo, se considera que não deve ser superior a 4 g/dia para os adultos menores de 70 anos de idade e de 3 g/dia para as pessoas de idade superior.

Sugerimos também