F, Wiki

Para que serve dietético polidextrose fibra? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

A fibra dietética Polidextrose também é conhecida pelo número E-1200.

Está composta por dextrose, mais aproximadamente um 10% de sorbitol e 1% de ácido cítrico sintetizados ao azar. Está altamente ramificada com elevado número de ligações glicosídicas e se produz a altas temperaturas e vaziamento parcial.

A polidextrose é um aditivo alimentar com diferentes funções: espessantes, estabilizadores, humectantes, aumentador de volume, mas também é uma excelente fonte de fibra solúvel.

Após numerosos estudos de investigação, atualmente, adicionar à dieta diferentes tipos de fibra dietéticas forma parte do que consideramos, uma dieta saudável. Recomenda-se tomar cerca de 20-35 g/dia de fibra dietética procedente de diferentes fontes.

É aconselhável fomentar a ingestão de fibra, já que vai constantemente acompanhada de um estilo de vida que a longo prazo ajuda a controlar diferentes fatores de risco.

O cólon é o órgão central da digestão da fibra dietética, devido a que alcançam o intestino grosso e nele tem lugar a fermentação da fibra que escapa da digestão através de enzimas que do intestino delgado. A fibra é atacada pela microflora colónica, dando como produtos de fermentação ácidos gordos de cadeia curta, hidrogénio, dióxido de carbono e metano. Os ácidos gordos de cadeia curta cumprem diferentes funções como reduzir o ph, produzir energia, etc.

Dentro das fibras, a polidextrose pertence ao grupo das fibras solúveis em água. Fornece aproximadamente 1kcal/grama, tem sabor neutro, textura agradável e é estável em situações de temperaturas e pH extremas.

Apóis diferentes estudos que demonstram os benefícios do uso desta fibra na dieta, atualmente é amplamente empregada em bebidas e alimentos denominados baixos em calorias, já que substitui ao açúcar, reduzindo assim a ingestão de calorias, assim como o teor de gordura. É muito utilizada como edulcorante do chocolate.

É um ingrediente caro, mas com numerosas vantagens no seu consumo.

Benefícios da sua contribuição

Tal como referimos acima, a fibra dietética polidextrose não é digerida no intestino delgado, senão que é absorvida parcialmente no intestino grosso, de modos que não gera insulina e é considerada uma fibra com propriedades prebióticas, proporcionando numerosos benefícios à saúde:

– Ao ser uma fibra, o emprego de polidextrose promove o crescimento da microflora favorável e à redução da microflora não favorável.

– As bactérias pró-bióticas suavizam a matéria fecal e facilitam a sua evacuação. Está amplamente relacionada com o tratamento da prisão de ventre.

– Ao não gerar insulina, atenua a glicose no sangue.

– Parece que aumenta a absorção de cálcio.

– Tem baixo valor calórico (1 kcal/g), dá ao corpo, volume e provoca a sensação de alimentos e bebidas, de modos que permite reduzir o teor de açúcar e de gorduras dos mesmos sem afetar a qualidade organoléptica, por isso, pode ser empregada sem problemas em produto denominados light ou baixos em kcal.

– Devido às qualidades mencionadas, é especialmente importante para os indivíduos com diabetes, sobrepeso e obesidade, problemas cardiovasculares, circulatórios e problemas de hipertensão.

– Embora haja poucos dados concluintes, a fibra se emprega na prevenção do cancro colorectal e em doenças cardiovasculares.

– É um aditivo, que mantém a estabilidade durante o processamento e armazenamento de numerosos produtos.

Em diferentes estudos, como no publicado no European Journal of Nutrition entre muitos outros, mostram que consumir fibra solúvel polidextrose uma hora antes das refeições pode reduzir a ingestão de calorias consumidas, já que fomenta a saciedade. Além disso, a polidextrose não alterou significativamente o sabor e paladar do batido de fruta que se administrou para realizar o estudo, qualidade pela que é muito apreciada e de ampla aplicação.

Em outros estudos, além de uma menor ingestão calórica, devido à saciedade que produz esta fibra, e ao menor teor de kcal em comparação com outros produtos destinados à mesma função, também apreciou-se um melhor perfil metabólico, já que viu-se uma maior oxidação das gorduras, contudo, consegue-se uma ótima perda de peso corporal a longo prazo.

Dosagem

Consideram-se tolerados a nível digestivo valores até as 90 g/dia.

É necessário uma administração de 10 a 12 gramas ao dia aproximadamente de polidextrose, para que cumpra funções probiótiocas.

Precauções

Parece ser que o consumo superior à 90 gramas/dia pode provocar diarreias.

Sugerimos também