F, Wiki

Para que serve fibra de trigo? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

A fibra de trigo é um componente da capa externa do grão de trigo (Triticum aestivum L), esta capa externa é denominada farelo. O farelo está composto de pericarpo, testa e a capa de aleurona. O farelo separa-se do grão por moagem e a sua composição química varia dependendo do grau de extração ao que tenha sido submetido.

O farelo de trigo contém aproximadamente 45% de fibra, da qual cerca de 95% corresponde a fibra insolúvel (70% de arabinoxilanos, 25% de celulose) e uma fibra solúvel (5% beta-glucanos). O consumo de fibra de trigo foi estudado para a prevenção e tratamento de várias doenças, inclusive alguns tipos de cancro (particularmente o cancro do cólon), doenças cardiovasculares e gastrointestinais, como a diverticulite ou a síndrome do intestino irritável. Em vista disso, um consumo baixo de fibra insolúvel está relacionado com um risco maior de sofrer prisão de ventre e inchação abdominal. Por esta razão, a recomendação do consumo de fibra encontra-se sobre os 20-35 g/dia de fibra insolúvel e solúvel proveniente de diferentes fontes, e que deve ter uma proporção de 3:1. No entanto, estima-se que o consumo real está muito por debaixo das recomendações e que os produtos enriquecidos com fibra de trigo podem ser uma boa forma de ajudar a alcançar o consumo adequado.

Benefícios da sua contribuição

Porém, tal como referimos acima, realizam-se estudos que têm relacionado a fibra de trigo com vários efeitos benéficos sobre a obesidade ou o risco cardiovascular. A Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (ESFA), emitiu um comunicado relativo às propriedades saudáveis do farelo de trigo, alegando que os efeitos benéficos sobre o trato gastrointestinal devem-se à fibra.

Aumento do bolo fecal.

Como a fibra de trigo é na sua maioria insolúvel, os seus componentes apenas são fermentados, contribuindo assim para aumentar o volume da massa fecal. Considera-se que o aumento do tamanho do conteúdo fecal tem efeitos positivos sobre o trato gastrointestinal, por exemplo: a captação de água do bolo fecal ajuda a diluir o conteúdo colónico e amolece as fezes, diminui a pressão intestinal e como consequência reduz-se o risco de sofrer diverticulite e hemorroidas.

Redução do tempo de trânsito intestinal.

A fibra de trigo reduz o tempo de trânsito intestinal, este fator está relacionado com um bom número de efeitos potencialmente benéficos. Por exemplo, ao diminuir o tempo de trânsito intestinal o risco de que as proteínas se degradem, transformando-se em produtos nocivos é menor, o qual agem em benefício na prevenção do risco de cancro de cólon. Além disso, as fezes têm menos tempo para se desidratar e endurecer, contribuindo para prevenir a prisão de ventre e não só, também a sensação de inchação e promovendo a sensação de conforto e bem-estar.

Dosagem

Aceita-se que a quantidade de 10 g/dia de fibra de farelo de trigo tem capacidade suficiente para produzir efeitos benéficos. Deve-se tratar de alcançar as recomendações de 25 a 35 g de fibra ao dia em combinação com outras fontes de fibra alimentar.

Precauções

A fibra de trigo é um ingrediente natural, totalmente seguro e com benefícios demonstrados para a saúde. Porém as pessoas que sofrem de doenças que cursam com diarreia crónica e aquelas pessoas que sejam intolerantes ao glúten, devem controlar o seu consumo.

Sugerimos também