Existe a dieta perfeita?

quarta, 16 de outubro de 2019

Qual é a dieta perfeita? Esta é a pregunta de um milhão de euros? Embora existem fortes defensores de algumas delas, a verdade é que a dieta perfeita não existe. Sim, sim. Como acabaste de ler: A DIETA PERFEITA NÃO EXISTE!

As dietas tradicionais das diferentes partes do mundo podem chegar a ser muito diferentes entre si, mas todas elas concedem numerosos benefícios para a saúde. Qual é a chave então? Escolher alimentos de qualidade, não se passar com as porções, não petiscar entre horas e o mais importante: ter um estilo de vida ativo. Com estas chaves não terás que escolher: fica com todas e procura o teu equilíbrio!

Dieta Mediterrânea para um coração saudável 🥘

Quem não conhece os múltiplos benefícios da tradicional dieta mediterrânea? Por algo foi declarada Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Este tipo de alimentação é próprio dos países mediterrâneos como Espanha, Portugal, Grécia e Italia e baseia-se na escolha de produtos locais e sazonais.

 💡 Elementos chave.

  • Frutas e verduras da época.
  • Legumes, leguminosas e azeite.
  • Elaborações tradicionais.

 💡 O que diz a ciência.

Foi demonstrado que seguir o padrão alimentar da dieta mediterrânica ajuda a manter um peso saudável e a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Dieta Nórdica: adeus aos pneuzinhos! 🐟

A dieta nórdica é típica da Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia. Este tipo de alimentação tem caraterísticas semelhantes à dieta mediterrânea como, por exemplo, o consumo de sementes integrais, frutas, verduras, ovos, óleo e marisco. No entanto, a diferença desta é que o óleo mais consumido é o de colza  no lugar do azeite de oliva.

O óleo de colza é fonte de vitamina A e Ómega 3 e o seu consumo não representa nenhum risco para a saúde.

 💡 Elementos chave.

  • Produtos locais e orgânicos.
  • Peixe, frutas, verduras, sementes e óleo de colza.

 💡 O que diz a ciência.

Numerosos estudos afirmam que seguir este padrão alimentar pode ajudar a aplacar os genes relacionados com a gordura abdominal, ou por outras palavras, ajudar-te-á a ter uma menor porcentagem de gordura corporal ao longo do dia

Dieta Okinawa: o elixir da juventude?🍣🥢

Os “inventores” desta dieta vieram da ilha de Okinawa (Japão) e hoje este tipo de alimentação é caracterizado por ser muito baixo em calorias, mas com uma alta densidade de nutrientes.

 💡 Elementos chave.

  • Batata-doce, arroz, verduras, soja e tofu.
  • Poucas calorias consumidas ao longo do dia.
  • Estilo de vida ativo.

 💡 O que diz a ciência.

A restrição de calorias das pessoas que seguem este tipo de alimentação ajuda a prolongar a sua longevidade com uma boa qualidade de vida. Chegam à terceira idade com quase nenhumas doenças e praticando exercício diariamente.

Dieta do “Paradoxo Francês”. Incrível mas certo! 🥖🧀

Sabias que os franceses têm uma das taxas de obesidade mais baixas do mundo apesar da contundente alimentação que têm?

 💡 Elementos chave.

  • Queijo gordo, iogurte, manteiga e pão.
  • Comem porções pequenas ao longo do dia.
  • Não comem entre horas.
  • Estilo de vida ativo.

 💡 O que diz a ciência.

Pensa-se que a baixa taxa de obesidade em França deve-se mais ao estilo de vida que levam (exercício físico, comer pequenas porções e não petiscar entre as refeições) do que ao tipo de comida que comem ao longo do dia.

As chaves que todas estas dietas têm em comum para te manter saudável são: escolher produtos sazonais, comer pequenas porções e fazer exercício diariamente. Prometemos-te que viverás muito bem e por muito tempo!

 

Sugerimos também

Deixa um comentário