Será que o glúten engorda?

sexta, 2 de junho de 2017

Esta proteína tem sido motivo de muitas controvérsias nos últimos tempos. Mas afinal engorda, emagrece, o melhor é eliminá-la da nossa dieta?
O glúten é um conjunto de proteínas presentes em cereais como o trigo, a aveia, a cevada e o centeio. Estes cereais estão presentes em muitos dos alimentos que consumimos dia a dia, nomeadamente no pão, massas, bolachas, pizzas, bolos industriais, entre outros. Se observarmos bem, todos eles são alimentos de alto índice glicémico com os que devemos ter cuidado na hora de levar uma alimentação equilibrada. É aqui uma das razões principais pelas que se associa a ausência do glúten na dieta com a perda de peso, sendo considerado como um alimento que “engorda”.

Não é o glúten o que engorda, senão os alimentos que o contêm devido ao seu alto índice glicémico.

Bread slice marked with gluten free stamp isolated

Associar uma dieta isenta de glúten à perda de peso, ocorre porque os alimentos ricos em hidratos de carbono contêm-no e sabemos que o excesso destes pode fazer-nos ganhar peso, por razões não relacionadas com o glúten. Por isso, não devemos associar a perda de peso com esta proteína. O facto de não conter glúten não quer dizer que não contém açúcares nem gorduras. É de vital importância saber quais são os ingredientes dos alimentos que consumimos e as suas percentagens. O consumo de frutas e legumes é a melhor opção em substituição aos hidratos de carbono.

herz, gelegt aus obst und gemüse

Não devemos esquecer que, para algumas pessoas, independentemente da perda de peso, a eliminação desta proteína da sua dieta é de vital importância para a sua saúde, como é o caso dos celíacos, pessoas alérgicas ao trigo e que sofrem de sensibilidade não celíaca ao glúten.

Nestes casos, é estritamente necessário levar uma dieta livre desta proteína, já que resulta prejudicial para a sua saúde.

gluten-free

Excetuando estes casos, o glúten nem sempre é prejudicial nem deve ser eliminado completamente da dieta. Além disso, há que ter especial cuidado com a seleção de alimentos processados nas suas versões sem glúten, já que em muitas ocasiões, para garantir a sua palatabilidade, são-lhes adicionados açúcares e gorduras.

Optar por uma dieta sem glúten requer uma mudança importante na alimentação. Por isso, é importante fazê-lo com o acompanhamento de um especialista em qualquer um dos casos, já que se não for realizada corretamente, pode acarretar carências ou défices nutricionais.

Com ou sem glúten, o que sugerimos é levar uma alimentação equilibrada, tendo especial cuidando com os alimentos ricos em hidratos de carbono e gorduras e praticar algum tipo de desporto ou atividade física, desta forma conseguirás levar um estilo de vida saudável. 😉 

yolanda-pt

Sugerimos também

1 Comentário

  • Miguel
    12 junho, 2017 5:56

    De todos es sabido que la mayoría de las vitaminas se encuentran en la piel de la frutas, pero desgraciadamente con tantos químicos que se le echan a las frutas, mejor evitarla (La piel)n es por eso que desde hace mucho tiempo procuro pelarlas muy a mi pesar.

Deixa um comentário