Dieta Paleo, uma nova forma de alimentação antiga

segunda, 10 de outubro de 2016

Ultimamente houve-se falar da dieta paleo por todos os lados, “a dieta dos nossos antepassados”. É o assunto que está na berra ultimamente mas, a informação muitas vezes não é 100% veraz.
Por isso, no A Tua Melhor Versão, queremos contar-te um pouco mais acerca desta dieta, e como a confecionar de modo a ser variada e de qualidade.

Mas afinal o que é a Dieta Paleo?

É uma alimentação baseada em seguir o padrão alimentar dos nossos antepassados caçadores-recoletores.
O primeiro que queremos destacar é que a Dieta Paleo não é uma simples dieta mais, tal como as dietas “da moda” ou “dietas milagrosas”, é uma forma de alimentação ou regime alimentar que, se for realizada adequadamente e estiver bem desenhada, não tem porque ser má.

Que alimentos a compõem?

 ➡ Esta dieta compõe-se principalmente de alimentos como:

  • Carnes: vitela, frango, peru, borrego, etc.
  • Peixe e marisco: salmão, truta, atum, amêijoas, lagosta, cavala, etc.
  • Ovos: inteiro e de qualquer tipo.
  • Vegetais: alcachofra, brócolos, espargos, beterraba, cenoura, cebola, etc.
  • Frutas: maçã, banana, melão, laranja, etc.
  • Tubérculos: batata doce, nabo e batata em menos quantidade.
  • Frutos secos e sementes: amêndoas, nozes, sementes de linho, de chia, etc.
  • Gorduras e óleos saudáveis: óleo de coco, azeite, abacate, etc.  

➡ Exclui alimentos como: cereais, legumes, laticínios e açúcares refinados.

Importa referir que a Dieta Paleo não é uma dieta reduzida em carboidratos, senão que contém gorduras saudáveis, proteínas e “bons” carboidratos.
O padrão de alimentação que levamos atualmente inclui um excesso de alimentos ricos em hidratos de carbono refinados, grandes quantidades de alimentos com adição de açúcar, gorduras trans entre outros, sendo ademais baixa em fibra e em micronutrientes benéficos para a saúde.

Dieta Paleo
O objetivo fundamental da Dieta Paleo baseiam-se principalmente na redução do consumo de alimentos processados (bolachas, farinhas, açúcares refinados).
Este regime alimentar é permanente e para toda a vida, portanto, é flexível, podendo ser intercalado com refeições fora do regime e as próprias individualidades pessoais.

Chaves da Dieta Paleo:

– Comer proteínas de origem animal em quantidades relativamente elevadas, em comparação com a típica dieta mediterrânea.
– Comer menos carboidratos dos que se recomendam em algumas dietas modernas, mas aumentando o consumo de carboidratos procedentes de frutas e vegetais (excluindo os cereais, tubérculos feculentos e açúcares refinados).
– Consumir grandes quantidades de fibra procedente de frutas e vegetais.
– Consumir gorduras saudáveis, especialmente mono e polinsaturadas e consumir alimentos ricos em ácidos gordos omega-3.
– Comer alimentos ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes.
– Fazer exercício físico e realizar treinos como por exemplo o paleotraining.

Por último, o que queremos deixar claro é que, seguindo ou não a dieta paleo, reduzir ou excluir os alimentos processados da tua dieta é o melhor que podes fazer pela tua saúde.

Firma portugués

Sugerimos também

Deixa um comentário