Dieta flexível (IIFYM): Tudo o que precisas saber!

Wednesday, 7 de November de 2018

Estamos certos de já leste infinitos artigos sobre dietas para perder peso, com títulos chamativos e promessas bastante improváveis ao mesmo tempo que pouco recomendáveis para a saúde: como perder 3 kg em 2 dois, dieta cetogênica, a dieta Dukan…

Nesta ocasião vamos falar, não de uma dieta como tal, mas de um estilo de vida que fará que por fim, consigas os teus objetivos, com base na regra 80/20:

IIDYM: ‘If It Fits Your Macros’

Bem-vindos ao conceito da Dieta Flexível! O conceito “se couber nas tuas macros” baseia-se em incluir no teu dia a dia alimentos que jamais imaginarias ver numa dieta de perda de peso (pizza, hambúrgueres, doces…)sempre e quando no final do dia não tenhas ultrapassado os teus requisitos energéticos e a distribuição de macronutrientes se mantenha equitativa. 

Não, esta não é a típica foto de uma salada que te conta uma piada.

Pizza e dieta? Sim, é possível!

Agora mesmo, estarás pensando que esta gente da NutriTienda não está bem da cabeça, mas não tão depressa! A evidência científica está da nossa parte: 

Diversos estudos demonstraram que uma dieta demasiado restritiva tem menor aderência a meio e longo prazo

E isto é devido a quê?

➡ As dietas totalmente “limpas” não correspondem com a realidade: se assim fosse, não poderíamos sair a jantar com os nossos amigos, nem irmos de férias, nem sequer celebrar o Natal.

➡ Este tipo de dietas costuma ser bastante monótona. Podes ter força de vontade de seguir por uns dias, ou inclusive semanas, mas com o tempo, terminarás pecando (e sabes disso!), jogando fora todo o sacrifício anterior.

➡ Passar de um estilo de vida em que predomina uma alimentação pouco saudável a uma dieta estrita é uma fonte de stress para o paciente, é necessário um período de adaptação e flexibilidade!

Assim que esquece a dieta “alface e frango” de uma vez, e se queres perder peso de forma sustentada e a longo prazo, aprende o poder da regra 80/20.

Os princípios básicos da dieta flexível:

💡 Não comeces a casa pelo telhado: o primeiro que deves fazer é conhecer os teus requisitos energéticos diários. Assim que os tenhas calculado (na internet tens muitos sites à tua disposição com ferramentas para isso), calcula a tua distribuição de macronutrientes.

💡 Baseia 80% das tuas refeições em alimentação saudável e comida real, e guarda uma margem de 20% para permitires-te um pequeno capricho algo mais calórico: um gelado de lanche, uma torrada de Peanut Butter… 

💡 Faz exercício: por muita dieta que faças, se não praticas desporto de forma regular não conseguirás uns ótimos resultados.

💡 Encontra o teu equilíbrio: para não fracassar na tentativa, tens que mentalizar-te e saber que para perder peso, não podes ultrapassar mais de 20% das calorias procedentes das tuas “refeições livres”.

O nosso conselho? Esquece as dietas restritas que prometem resultados a curto prazo, conhece-te e adota um estilo de vida saudável que possas manter para sempre.

 

                           

Sugerimos também

Deixa um comentário