Como afeta o ciclo menstrual o treino?

segunda, 20 de novembro de 2017

Que os homens e as mulheres não somos iguais sabemo-lo na perfeição, apesar de que temos muitas semelhanças. Entre as principais diferenças, as hormonas têm um papel fundamental, uma vez que são as responsáveis, dentro de outras funções, do ciclo menstrual.

O ciclo menstrual modifica vários parâmetros no nosso corpo; As mudanças hormonais que ocorrem são diferentes em cada uma das fases e são responsáveis pelas diferentes mudanças no nosso corpo. Por este motivo, identificar em que fase estamos, e tirar partido disso, o fará funcionar com uma grande vantagem, pois, em relação ao treino, os resultados podem ser diferentes ao longo do ciclo.

Fases do ciclo menstrual

Ciclo menstrual
Ciclo menstrual e treino

  • Fase Menstrual: inicia-se com a menstruação e nesta se produz:
     Diminuição dos estrogénios e da progesterona, o que provoca cansaço e debilidade.
     Diminuem os níveis de hemoglobina pelo que pode haver fadiga muscular e menos níveis de força.
O que fazer?
Mantém-te ativa mas se não te sentes confortável, realiza exercícios de menor intensidade como yoga ou pilates.
Evita as cargas elevadas durante o treino.

Ciclo menstrual y ejercicio fisico

  • Fase Folicular ou Pós-menstrual: começa depois da menstruação e se produzem várias mudanças fisiológicas.
     Aumento dos estrogénios, portanto maior sensação de energia (os estrogénios atuam como a testosterona no homem).
     Mais sensibilidade à insulina, isto quer dizer que durante esta fase toleram-se melhor os carboidratos.
     Maior uso de glicogénio como fonte de energia, o que se traduz em menor queima de gorduras.
     Reduz-se o metabolismo.
O que fazer?
Nesta fase há maior força e aumento muscular.
Aumenta os treinos HIIT para beneficiares-te do glicogénio como combustível.
Aproveita esta fase para realizar treinos  de força com cargas pesadas (sessões curtas mas intensas).

ciclo menstrual y ejercicio

  • Fase de Ovulação: é a fase central do período e é quando pode produzir-se a fecundação.
     Os estrogénios estão no seu ponto mais alto e a progesterona em níveis baixos.
     Reduz-se o apetite e o metabolismo começa a elevar-se.
     Produz-se um ligeiro aumento da força, provavelmente pelo aumento da testosterona.
O que fazer?
Devido ao aumento da testosterona podes que te sintas mais forte.
Beneficia-te disso e realiza bons treinos de força.
Tem cuidado com as lesões. Alguns estudos relacionam este momento com um aumento das mesmas.

Ciclo menstrual y ejercicio

  • Fase Lútea (Pós-ovulatória e pré-menstrual): nesta fase produzem-se duas mudanças diferenciadas.
    Pós-ovulatória: predomina a progesterona que tem efeito termogénico.
    Pré-menstrual: produz-se uma redução brusca da progesterona que faz com que haja menos produção de serotonina, isto gera os típicos sintomas pré-menstruais (alteração de humor, irritabilidade, caprichos).
    Em ambas há:
     Aumento do apetite e do metabolismo.
     Pior sensibilidade à insulina, perde-se a tolerância aos carboidratos.
     Maior utilização de gordura como combustível.
O que fazer?
Durante o ínicio da fase lútea realiza trabalho cardiovascular, sem abandonar o treino de força, embora com menos carga.
Até ao final desta fase há mais retenção de líquidos, muitas mulheres apresentam alguns desconfortos típicos destes dias. Podes manter o treino a uma intensidade menor, fazer disciplinas como pilates ou aproveitar para descansares.

Ciclo menstrual y ejercicio

Ainda que estas mudanças se produzem em todas as mulheres, depende de cada uma, em particular, a intensidade de cada fase, pelo que conhecer-mo-nos a nós mesmas e saber ouvir o nosso corpo é fundamental para tirar o máximo partido ao treino.
Se em algum momento em particular (independentemente da fase do ciclo) te encontras com mais energia, aproveita para trabalhar mais duro!

Firma portugués

Sugerimos também

Deixa um comentário