C, Wiki

Para que serve citrulina? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

O nome citrulina provém do latim citrullus que significa melancia. Este composto foi isolado por primeira vez em 1930. A citrulina é um aminoácido não essencial  que intervém no ciclo da ureia e forma-se no interior da mitocôndria a partir da ornitina ou a partir da glutamina. Uma vez formada a citrulina, esta é expulsa da mitocôndria para continuar com o ciclo até formar arginina e finalmente ureia. Este processo é de vital importância para eliminar os produtos tóxicos nitrogenados do organismo.

A citrulina aumenta os níveis de arginina no sangue em maior medida do que tomar diretamente arginina. A citrulina é também, precursora do óxido nítrico. Por esta razão, é utilizado em suplementos que procuram aumentar a síntese de óxido nítrico. Esta substância tem a capacidade de relaxar os vasos sanguíneos, protege o sistema cardiovascular e reforça o sistema imunológico.

Se há deficiência de citrulina pode surgir fatiga e debilidade muscular.

Nos suplementos alimentares encontra-se normalmente em forma de citrulina malato que é a combinação de citrulina e o ácido málico.

As fontes naturais de citrulina são:

  • Origem animal: carnes, pescado, ovos e leite.
  • Origem vegetal: a melancia é um dos alimentos mais ricos em citrulina.

Benefícios da sua contribuição

A citrulina pode ser empregada como precursor de arginina e óxido nítrico. A citrulina é útil para o desenvolvimento da massa muscular e a força. Também observou-se que acelera a recuperação entre esforços intensos contínuos e reduz a dor muscular após o exercício.

Diversos estudos descobriram também uma melhora do rendimento, favorecendo assim a produção de energia, reduzindo a fatiga e melhorando o rendimento em desportos de resistência.

Por último, a citrulina promove a saúde cardiovascular e protege o sistema imunológico. Inclusive alguns estudos demonstraram também que é eficaz para combater a disfunção erétil.

Dosagem

As doses habituais estão situadas em 6-18 gramas ao dia mas os melhores resultados foram obtidos com doses de 12 a 18 gramas ao dia.

Precauções

Ao ser um aminoácido natural o seu uso é geralmente considerado como seguro. No entanto, não estudou-se o seu consumo nem as doses máximas em crianças, mulheres grávidas ou a amamentar. 

As pessoas com patologias renais ou hepáticas devem ser supervisadas pelo seu médico.

Sugerimos também