B, Wiki

Para que serve bicarbonato de sódio? Benefícios e propriedades | NutriTienda

sexta, 1 de janeiro de 2010

O bicarbonato (NaHCO3) é o sal ácido derivado do ácido carbónico (H2CO3), onde o átomo de hidrogénio é substituído por um átomo de sódio. Apresenta-se em forma de pó branco cristalino que se pode obter de forma natural ou produzir industrialmente.

O termo bicarbonato de sódio, embora esteja muito estendido, não é o nome recomendado pela IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry): denominava-se antigamente hidrogenocarbonato de sódio e o seu nome sistemático atual é hidrogenotrioxidocarbonato de sódio.

O bicarbonato de sódio é um agente alcalinizador e quando entra em contacto com um ácido moderadamente forte descompõe-se, neutralizando o ácido e libertando dióxido de carbono e água.

  • NaHCO3 + HCl → NaCl + H2O + CO2 (gás)
  • NaHCO3 + CH3COOH → NaCH3COO + H2O + CO2 (gás)

O bicarbonato de sódio pode alterar o sabor das preparações alimentares, a não ser que seja neutralizado com um ácido, por esta razão, normalmente adiciona-se limão ou vinagre, ajudando também a libertar o dióxido de carbono mais rapidamente.

Devido à capacidade do bicarbonato de sódio de libertar dióxido de carbono, este é usado junto a compostos ácidos como gasificante (levedante químico) na panificação, repostaria e na produção de bebidas gasosas entro outros produtos destinados à alimentação.

É um produto que não contém aditivos nem é alérgeno.

Benefícios da sua contribuição

Atividade física e deporto.

Entre as funções do bicarbonato de sódio no desporto, há que destacar a sua capacidade de neutralizar a acidose produzida durante a atividade física (função tampão). O aumento da acidez limita o rendimento durante o exercício, e a ingestão de uma só dose de bicarbonato de sódio (NaHCO3) ao dia, poderia ser uma estratégia interessante para melhorar o rendimento, promovendo assim um ótimo rendimento durante períodos prolongados.

O consumo de bicarbonato de sódio, 1 ou 2 horas antes do exercício (300 mg/kg), aumenta as suas concentrações no organismo, aumentando temporalmente a alcalinidade no sangue e aumentando também a capacidade de neutralizar os iões de hidrogénio procedentes do ácido láctico dos músculos (atuando como um agente tamponador). Uma maior tolerância à acidez dá como resultado melhor rendimento, porém, o bicarbonato de sódio é considerado uma ajuda ergogénica, especialmente durante os eventos desportivos de grande impacto sobre a glicólise anaeróbica (produção agravante de ácido láctico).

Diferentes estudos demonstram que as estratégias de carga de bicarbonato melhoram o rendimento de forma moderada, especialmente nos desportos de 1 a 7 minutos de exercício a máxima intensidade, assim como em desportos de duração prolongada com esforços intermitentes mais ou menos sustentados de maior intensidade.

O bicarbonato de sódio ajuda a manter o rendimento em atividades físicas repetitivas e prolongadas de velocidade, como pode ser o caso de desportos de equipo onde há momentos de maior intensidade e outros de menor intensidade.

Consumir bicarbonato com beta-alanina, justo antes da prova física de forma prolongada, reforça os efeitos ergogénicos. Foram realizados estudos, com resultados satisfatórios, sobre o consumo de bicarbonato de forma isolada ou em combinação com beta-alanina em desportistas de disciplinas como o remo (200 m), ciclismo, boxe, Judo e jiu-jitsu.

O consumo de bicarbonato também pode ser interessante em desportos de força. Um estudo recente examinou o efeito de consumir bicarbonato de sódio em séries de supino e agachamento até à falha e observou-se que o grupo suplementado realizou mais repetições de agachamento do que o grupo placebo. Os autores indicam que estes dados sugerem que a ingestão de bicarbonato de sódio pode melhorar o rendimento em desportos de força como poderia ser a halterofilia.

O bicarbonato consumindo junto com creatina, tem efeitos sinérgicos na melhora do rendimento em desportos que implicam esforços intermitentes e de alta intensidade.

Aplicações

Indústria alimentar.

O bicarbonato de sódio é empregado principalmente como agente levedante em pastelaria, onde a sua reação liberta CO2, originando um processo bioquímico que transforma a massa ajudando-a a fermentar e a ganhar volume.

Outras aplicações do bicarbonato.

O bicarbonato de sódio também pode ser empregado, sob a supervisão de um médico, para reduzir a acidez no sangue em certas condições ou patologias.

Vem sendo empregado desde a antiguidade como remédio caseiro para combater a acidez estomacal, pirose ou o desconforto no estômago. Também utiliza-se como ingrediente branqueador dentário, já que pule a superfície do esmalte, sendo utilizado em numerosas pastas de dentes para recuperar a brancura natural dos dentes. Diretamente sobre os dentes, pode-se usar uma vez ao dia durante duas semanas como máximo, pois um tratamento permanente torna as gengivas mais sensíveis, já que resulta abrasivo para os dentes.

Outros usos tradicionais são como agente desodorizante para eliminar o odor característico do suor nas axilas e nos pés, como sais de banho, exfoliante para a pele, lavagem do cabelo, limpeza geral, lavar os vegetais e inclusive foi relacionado com a prevenção do cancro. Alguns estudos recentes indicam que, enquanto um entorno celular ácido promove o desenvolvimento das células cancerígenas, um entorno celular mais alcalino reduz a progressão do cancro. Existem estudos preliminares em animais que observaram como o emprego de bicarbonato pode frear a metástases e aumentar a sobrevivência em animais de laboratório. Estas descobertas abrem um novo campo de investigação no tratamento do cancro, no entanto, deve-se recorrer sempre a um especialista e não consumir bicarbonato para tratar nenhuma patologia.

Dosagem

A dose comummente utilizada nos estudos é de 0.300 mg/kg de peso tomada 1 ou 2 horas antes do início do exercício.

Precauções

O consumo de bicarbonato de sódio em doses adequadas considera-se seguro, no entanto, o consumo de grandes quantidades pode aumentar os níveis de sódio ou alterar o equilíbrio acido-base do corpo.

Nem todas as pessoas respondem do mesmo modo ao consumo de bicarbonato e inclusive em algumas ocasiões podem aparecer desconfortos no estômago. Nas pessoas que sofreram perturbações, também não se chegou a observar aumento dos níveis de bicarbonato no sangue nem melhora do rendimento, o que parece indicar que existem variáveis pessoais que afetam à sua absorção e eficácia. Em vista disso, é importante que os desportistas façam um teste prévio da sua tolerância e resposta ao bicarbonato, antes de uma competição.

Não se deve tomar bicarbonato de sódio com o estômago cheio, pois a produção de gases pode ocasionar desconforto ou até lesões no estômago. Os sintomas de intoxicação por bicarbonato de sódio provocam prisão de ventre, diarreia, convulsões, sensação de inchação no estômago, micção frequente, irritabilidade, espasmos musculares, debilidade muscular ou vómitos.

Sugerimos também