Atenção corredores! Conselhos para evitar sustos cardíacos

quinta, 9 de junho de 2016

Ultimamente nos chegam notícias sobre desportistas que, infelizmente, não chegaram à meta nas competições em que participam, inclusive em alguns casos chega a custar-lhes a vida. Trata-se de um tema complicado e difícil de prever, mesmo assim, hoje gostaríamos de oferecer-te uma série de conselhos básicos para que estas histórias tão tristes não se repitam:

O mais recomendável é que, pelo menos uma vez por ano, realizes um exame médico completo. Não o deixes passar, especialmente se te enfrentarás a uma prova física que supera o teu nível de treino habitual, como uma maratona ou meia maratona.

Existem fatores que aumentam o risco de morte súbita durante o exercício, alguns são totalmente evitáveis: afasta-te do tabaco, modera o consumo de álcool e tenta controlar os teus níveis de stress.

fotolia_96471061

③ Modera o consumo de estimulantes. Se vais tomar um café ou um pré-treino para te carregares de energia, é importante que conheças bem a tua tolerância à cafeína. O melhor é ir testando os seus efeitos durante os treinos e chegar à corrida conhecendo bem as sensações que te produz.

④ Respeita o período de digestão. Depois de comer o estômago requer sangue para fazer a digestão, diminuindo assim o subministro de sangue e oxigénio no resto do corpo. Se justo após nos enfrentamos a um esforço considerável, é possível que o nosso corpo não seja capaz de proporcionar nutrientes e oxigénio a todos os tecidos, incluído o coração.

Tiempo tras comidas

⑤ Hidrata-te bem. Também é importante hidratar-se com água e sais minerais durante o exercício, sobretudo se faz muito sol e calor. Ao transpirar, perde-se minerais importantes para a contração muscular, e por isso, em ocasiões aparecem as conhecidas cãibras musculares. Lembra-te que o coração também é um músculo e a desidratação pode causar arritmias ou trazer consequências ainda piores.

Fresh water splashing out of bottle

 Escolhe competições que se adaptem à tua capacidade de treino. Pensa com antecedência e prepara um programa de treino que te permita aumentar aos poucos a tua resistência cardiovascular.

Se notares algo estranho com o teu corpo, durante os últimos dias de treino, não hesites em ir ao teu médico. Pode ser cansaço, falta de recuperação, sobretreino… mas, e se não for assim?

fotolia_99469765

Mais vale prevenir que remediar. ?

firma-2pt

Sugerimos também

Deixa um comentário