Astenia Primaveril: mito ou realidade?

quinta, 21 de março de 2019

Fadiga generalizada, sonolência diurna, desmotivação e tristeza sem motivo aparente, dificuldade de concentração, dores de cabeça, irritabilidade, falta de apetite, diminuição da libido… notaste estes sintomas ultimamente? Se a resposta for sim, é possível que estejas a passar pela temida astenia primaveril.

Existe tal patologia que entra em ação quando chega a primavera? No artigo de hoje encontrarás a resposta, além de uma série de conselhos para combater estes sintomas.

SOS Chega a primavera!

Se és alérgico ao pólen, de certeza que já levas algumas semanas sofrendo as suas consequências, mas oficialmente a primavera chegou à península no passado 20 de março às 22h58 m, de acordo com os cálculos do Observatório Astronómico Nacional (Instituto Geográfico Nacional – Ministério de Fomento), e nos acompanhará durante os próximos 92 dias e 18 horas.

Além de ser a estação mais temida pelos alérgicos, a primavera traz consigo outra série de sintomas muito comuns:

  • Cansanço e sonolência durante o dia.
  • Falta de energia.
  • Dificuldades para conciliar o sono.
  • Irritabilidade.
  • Ansiedade.
  • Perda de apetite.
  • Cefaleias.
  • Diminuição da libido.
  • Problemas de concentração.
  • Falta de motivação.

Se estes problemas existem, estarão directamente relacionados com a chegada da primavera? A resposta é sim, mas cuidado! Não devem ser considerados uma doença como tal.

Com a chegada desta estação, o corpo tem que adaptar-se às novas condições tanto de temperatura e de luminosidade, como de humidade e de pressão atmosférica. Isto pode provocar maior fadiga e cansaço, o que desencadeia o resto dos sintomas. Mas, não entremos em pânico, normalmente estes sintomas não durarão mais de 2 semanas, embora como tudo na vida, há pessoas que de adaptam mais rapidamente que outras às mudanças. Paciência!

 

Truques para combatir a astenia primaveril

Embora já tenhamos comentado, a astenia da primavera é um transtorno transitório, podemos disfarçar os seus efeitos seguindo uns simples conselhos:

CUIDA DA TUA ALIMENTAÇÃO

Não abuses de alimentos processados, ricos em gorduras ou doces e introduz verduras e frutas ricas em vitaminas, antioxidantes e minerais na tua alimentação.

 ATIVA O TEU CORPO

Realiza alguma atividade física 3 ou 4 vezes por semana. Ao principio vai custar-te, mas está demonstrado que o desporto é um dos melhores antidepressivos naturais, já que ativa a produção da serotonina (hormona relacionada com a regulação do estado de ânimo).

 REGULA O TEU SONO

Estabelece uma rotina diaria de descanso, tentando dormir pelo menos 7-8 horas e vai para a cama à mesma hora todos os dias.

 HIDRATA-TE

Bebe pelo menos 1 litro e meio de água por dia. Se és dos que lhe custa chegar a esta quantidade, uma boa opção é ajudares com as infusões.

 BEM-VINDO SOL

Aproveita o bom tempo para realizar atividades ao ar livre. O sol é a melhor fonte de energia!

 COMPLEMENTOS ALIMENTARES

Ajuda-te com complementos como a maca, que contribui para a vitalidade e combate o cansaço; ou a geleia real, com ação revitalizante e alto conteúdo de vitaminas e minerais.

 

Uma das formas mais fáceis e eficazes para melhorar o nosso ânimo é dedicarmos mais tempo a nós mesmos. Aproveita para te dares uns miminhos extras (vai ao cabeleireiro, uma sessão de spa, uma boa massagem relaxante…) ou recupera esses hobbies perdidos que tanto te motivavam (aulas de dança, pilates, pintura, leitura…).
DIZ STOP À ASTENIA PRIMAVERIL!

Sugerimos também

Deixa um comentário