Enfrenta a falta de luz devido há mudança da hora

sexta, 3 de novembro de 2017

Com a mudança da hora, a intensidade luminosa diminui e com ela chegam os temidos sintomas da depressão sazonal ou transtornos do sono. Há numerosos estudos que demonstram que as variações da intensidade da luz afetam o nosso relógio biológico.

Afronta la falta de luz debido al cambio horario

 💡 A cronobiologia é uma disciplina científica que estuda os ritmos biológicos.

Alguns dos sintomas provocados pela depressão sazonal são: a falta de energia, diminuição da motivação, lentidão física, aumento do apetite (em especial por carboidratos e doces), cansaço excessivo, irritabilidade, falta de libido ou transtornos de sono, dos quais provocam desequilíbrios no nosso organismo alterando o nosso ritmo de vida.

A diminuição das horas de luz devido há mudança horária também dá lugar a mudanças hormonais, entre as que destaca a diminuição da produção de serotonina face ao aumento da melatonina durante o dia.

A melatonina é uma hormona produzida na glândula pineal, situada no cérebro, que participa nos numerosos processos celulares e neuro fisiológicos. Sintetiza-se e segrega em função da quantidade de luz que recebemos.

Wecker mit Glühbirne.

 

 💡 A menor incidência de luz, a secreção de melatonina é maior.

É por isso que a falta de luz faz com que a concentração da melatonina seja maior durante esta época do ano. Por regra geral, a falta desta hormona produz insónia, enquanto que a falta de luz aumenta a sua concentração produzindo sonolência. Por este motivo, aparece a necessidade de querer ficar em casa todo o dia e não fazer planos nenhuns, também chamada “inatividade sazonal”.

A isto há que somar que o aumento da melatonina, reduz os níveis da serotonina, fundamental na regulação do estado de espírito.

Como combater a depressão sazonal pela mudança da hora?

 ➡ Há que reagir o quanto antes e não deixar-se levar pelo círculo vicioso que provocam estes transtornos! Existem tratamentos como a luminoterapia, que consiste em “caixas de luz brilhante” com um tipo de lâmpada dotada de 10.000 lux ou unidades de luminescência, que ajudam a controlar os sintomas depressivos com uma exposição de 30 minutos ao dia aproximadamente, durante os meses com menos luz.

 ➡ Complementos alimentares: um correto fornecimento de Triptófano pode ser a chave para regular os sintomas provocados pela falta de luz e as mudanças sazonais, convertendo-se no teu parceiro perfeito para combater a depressão sazonal e poder desfrutar do inverno com bom humor!

➡ Praticar exercício físico: manter-te ativo ajudar-te-á a combater todas as adversidades descritas, a lidar com a mudança horária e em consequência a falta de luz com mais energia. Pensa que daqui nada as pistas de esqui estarão abertas!

Afronta la falta de luz con el cambio horario

A luz solar é a chave para o nosso estado de espírito, pelo que nesta época do ano onde a luz do sol “brilha pela sua ausência” há que optar por alternativas diferentes que nos façam sentir cheios de energia e vitalidade para enfrentar a mudança horária e o inverno com otimismo e felicidade!:-D

firma-pt (2)

Sugerimos também

Deixa um comentário