Guia definitivo para escolher um biberão

Thursday, 5 de April de 2018

Embora o uso do biberão seja normalmente associado com a lactação artificial, em muitas ocasiões, também é usado para alimentar os bebés com o leite materno. Um exemplo muito comum nos nossos dias, é a participação dos pais de uma forma ativa na alimentação dos seus bebés. Além disso, durante a lactação algumas mulheres sofrem de problemas de saúde (gretas nos mamilos, ingestão de medicamentos…) que torna necessário suspender a amamentação passando para o biberão.

Estas circunstâncias, entre outras, torna indispensável ter um biberão em casa quando temos um bebé. Escolher o melhor que se adapte ao nosso filho é fundamental para uma alimentação satisfatória.

O que devo ter em conta quando compro um biberão?

Ao comprar um biberão nos deparamos com uma imensa oferta, tanto em preço quanto em design. Para saber qual é o melhor, devemos levar em conta uma série de características que nos ajudarão a escolher o mais adequado para as necessidades do nosso bebé. 

TIPOS DE GARRAFAS:

Botella biberón

  • Material:

As garrafas dos biberões são fabricadas com dois materiais: vidro e polipropileno. Na seguinte tabela, poderás conferir os seus principais prós e contras.

  Vidro

Polipropileno

Os seus componentes não desprendem substâncias
Não absorve odores nem sabores
Não absorve cores
Pode ser esterilizado em frio ou em quente
É inquebrável
Pode aquecer-se no microondas
É leve
  • Tamanho:

À medida que vão passando os meses, os bebés aumentam a ingestão da quantidade de leite, por isso temos de ter em conta a idade do nosso bebé e o comilão que é! 

  • Sistemas Anticólicas:

Atualmente, muitas marcas lançaram no mercado sistemas que ajudam a diminuir a formação de ar no biberão, evitando assim as cólicas do lactante. Entre os sistemas anticólicas mais eficazes podemos destacar os seguintes:

Dr Brown
Biberão Dr Browns com sistema de ventilação interna

TIPOS DE TETINAS:

A tetina é o acessório mais importante de um biberão. Portanto, uma escolha correta será decisiva na hora de alimentar o nosso bebé, já que uma boa sucção lhe fará feliz ou, ao contrário, fará com que rejeite o biberão. Assim como acontece com as garrafas, no mercado há um amplo catálogo de tetinas; de seguida faremos um breve resumo das diferentes características a ter em conta: 
 
Tetina

Material: 

Látex ou borracha: material natural e resistente que se deteriora com o tempo.
Silicone: material artificial que não se deteriora com o tempo.

Fluxo:

Lento: ideal para recém-nascidos.
Médio: ideal para bebés com mais de 3 meses.
Rápido: uso recomendado a partir dos 6 meses.
Variável: com sistema de regulação para adaptar-se às distintas idades ou à forma de tomar o biberão.

Forma:

De gota: forma arredondada.
Anatómica: forma mais achatada que se adapta ao paladar.
Fisiológica: imita a forma do mamilo materno.

Uso:

Para leite: a sua abertura é mais estreita.
Para líquidos mais densos: a sua abertura é mais larga.

biberon twistshake
 💡 Para os papás mais modernos apresentamos os originais biberões Twistshake, que além de serem legais incluem tetina anticólicas.
 
 
firma-lidia-pt

Sugerimos também

Deixa um comentário